Logo Cidade Internet

Todos os artigos com a tag festas típicas italianas

Toscana: com um trem a vapor em se chega na Festa da Castanha de Marradi

Publicado por Egle


Na Itália já é outono e a passagem da estação que leva ao inverno é marcada também pela chegada dos cogumelos frescos, muito usados na culinária italiana e as castanhas, também muito apreciadas pelos italianos.

E para os apaixonados por castanhas, feitas de várias formas, e pelos vinhos ‘novelli’ apresentamos o programa da Festa da Castanha de Marradi, uma cidade que fica nas colinas no nordeste de Florença famosa pelos bosques e as deliciosas castanhas. Nos quatro domingos de outubro (4, 11, 18 e 25) será possível participar da Festa chegando a bordo de um autêntico trem a vapor: de Rimini as saídas estão previstas para às 11h, de Florença às 11 e às 18h, de Bolonha às 18h. Para os trens a vapor vindos da região da Emilia Romanha é possível receber informações ou efetuar as reservas no Dopolavoro Ferroviario de Faenza (0546.22715) ou na Agenzia Viaggi Palumbo (0546.22177), em Florença na Agenzia Sabrina Travel (055.440311).

O cardápio da Festa oferece várias delicias todas com castanhas de Marradi, como os capeletti de castanhas, a torta de castanhas, o ‘castagnaccio’, um doce típico feito com a farinha das castanhas, e as geléias, os marrons glacés e os “bruciati” (as castanhas assadas). No self service ‘Il riccio’ é possível degustar os pratos tradicionais da cidade como a polenta com cogumelos ‘porcini’, carnes assadas acompanhadas de vinhos da região. Para quem quiser passar o final de semana na cidade, aqui colocamos algumas referências úteis (em italiano).

Foto | Flickr

Cultura: o Festival Segni Barocchi volta em Foligno para a sua 30° edição

Publicado por Egle

gds

O Festival Segni Barocchi (Sinais Barrocos) já está na sua trigésima edição, e sempre fazendo sucesso, ano após ano, pela qualidade da organização e a variedade das propostas dirigidas ao público internacional.

Esta edição acontece de 29 de agosto a 20 de setembro na cidade de Foligno, em vários locais da cidade como o Palazzo Trinci, do Auditorium San Domenico, o Teatro San Carlo, a Igreja de San Martino di Vescia, a Igreja de San Francesco. Quem estiver por lá pode aproveitar os shows, espetáculos de dança, teatro de marionetes; conferências e visitas monitoradas; uma mostra interativa para as crianças e a mostra “Barocco e neobarocco in vetrina” (barroco e neo-barroco na vitrine).

Também, depois do sucesso dos últimos três anos, vota, no sábado 5 de setembro, a “Notte Barocca” do centro histórico de Foligno, desejada pelo evento Segni Barocchi, mas também fruto da colaboração preciosa da Ente Giostra della Quintana. Durante a “Notte Barocca”, o centro histórico da cidade vai ficar aberto 24h, alguns locais e bares ficarão abertos até às 4 da manhã.

Folclore italiano: a festa da Luminara de São Ranieri em Pisa

Publicado por Egle

Na margem do rio Arno, em Pisa, todo ano na noite do dia 16 de junho, acontece a ‘Luminara de São Ranieri’: que consiste numa antiga tradição, onde os pisanos iluminam todos os prédios, edifícios com lumes, para comemorar o dia do patrono da cidade que de fato é no dia 17 de junho. São cerca de setenta mil velas que são colocados em copos de vidro e depois penduradas em estruturas de madeira, pintadas de branco e moldadas de forma que pareçam edifícios, pontes, igrejas e torres. A famosa Torre de Pisa, fica linda, ela é iluminada com panelas de óleo (uma tradição bem antiga), que são colocadas também nos muros da cidade.

Este é um espetáculo que pode ser admirado em Pisa todo ano na noite do dia 16 para o dia 17 de junho, quando também são colocadas várias velas boiando no rio Arno, que refletem na água criando um cenário único e lindo: neste dia toda a iluminação das ruas do centro histórico é apagada e só os lumes iluminam as ruas. Na tarde da última quarta-feira (17 de junho) aconteceu a tradicional Regata, onde as quatro embarcações que representam os bairros históricos da cidade se enfrentam nas águas do rio.

A tradição da Luminara remonta ao 25 março de 1688, quando na capela do Duomo de Pisa foi colocada a urna com o corpo de Ranieri degli Scaccieri, patrono da cidade. A mudança de lugar da urna foi a oportunidade para realizar uma grande festa na cidade, que teria dado inicio à “iluminação” que depois em 1800 ficou conhecida como Luminara.

Aqui colocamos algumas propostas de onde se hospedar na cidade.